FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013

FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013
117 países já visitaram este site! Clic na imagem para ver!

segunda-feira

A Saga do Doce de Limão - Os Segredos - Etapa 2

Anotei 2 receitas para passar para vocês. A primeira foi o processo que resultou na queima do meu liquidificador, processando o doce de limão que ficara com as cascas duras, mas o sabor ficou bom. No final tudo deu certo, após processar as cascas, o doce ficou parecendo que havia colocado coco ralado nele e daí para frente, sem problemas, foi só manter o estoque de queijo minas abastecido para acompanhar esta deliciosa sobremesa! O pessoal aprovou e eu fiquei muito feliz! Vou dar a minha receita final, sem a curtição:
Realmente, está de dar água na boca!




INGREDIENTES

20 limões tahiti, de preferência meio maduros
800 gramas de açúcar
10 cravos
5 paus de canela grandes ( depois tirei)

MODO DE FAZER

Primeiro Passo:

Lixar com cuidado a casca do limão com um pedaço de telha, bem higienizado) ou um ralo bem fino.  Isso facilita a saída do sumo da fruta, fazendo com que o cozimento seja mais rápido. Cortar uma rodela do limão na parte do talo.
Em seguida, colocar numa panela, cobrir com água, "abafar com um pano de prato, pois não pode tomar vento, deixando cozinhar por 1 hora e meia.
SÓ QUE VOCÊ TEM QUE TER UM CUIDADO: NUNCA DEIXE A ÁGUA FERVER!
O jeito é desligar o fogo, deixar  um tempo assim e voltar a ligá-lo.
Se tomar vento,  a casca fica dura como um couro!

Retirar do fogo, deixar esfriar...  muito mesmo!    

Segundo Passo:

Este passo é para tirar a acidez do limão.

 Escorra a água e com todo o cuidado retire toda a parte interna da fruta.

Lave bem as cascas, e coloque coloque água limpa e leve novamente ao fogo, fazendo como  fez na primeira água.
 Faça isto quantas vezes for preciso, para que, ao experimentar a água, ela não esteja nem azeda nem amarga. (Fiz isto 12 vezes!)

Terceiro Passo:

Essa é a hora de fazer a calda. Dissolver o açúcar em 2 copos de água e acrescentar os cravos, deixando ferver. 
Juntar as cascas dos limões.
O doce estará pronto, quando a calda estiver cremosa, mas fina. O doce pode ser servido como está ou com muitas variações.
Neste momento, percebi que as cascas estavam ainda duras, e que poderia ser o problema que narrei na postagem anterior.
Foi assim que resolvi  bater todo o doce no liquidificador, retirando primeiro todos os cravos e a canela.
Ficou com uma consistência pastosa, cheiroso, gostoso, como se tivesse colocado nele coco ralado.
 Ainda fiz uma calda, coando numa peneira, o restante que estava sendo processado quando o liquidificador estragou (rsrsrsrsr). Isto gerou uma calda fina, delicada, que levei ao fogo para aquecer, na hora de servir o sorvete. Vocês hão de convir que foi uma tarde muiiiito doce!

A segunda forma de fazer este doce, eu darei para vocês, após testar o mesmo, sem cozinhá-lo logo no início, por uma hora e meia e sim, colocando água quente e deixando sob um pano de prato, até esfriar. Em  seguida curtir as cascas,  MESSSMO,  por 5 dias:
Ele estará frio, portanto, vou trocar a "água fria, por outra água limpa e fria.
Quando fizer isto, volto com esta saga!

Imagens sobre esta fruta linda, que eu já conheço mais a fundo e estou amando!



Já leu algo assim?..."Se a vida lhe oferece um limão...
Agora eu tenho uma nova opção!

Créditos:
A receita básica eu pesquisei na webpage:
www.cozinha brasileira.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...