FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013

FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013
117 países já visitaram este site! Clic na imagem para ver!

segunda-feira

Biscoito de Queijo com Araruta ou Fécula de Mandioca

Um biscoito ideal para os lanches da tarde e fácil de  fazer!





A única coisa é que  a farinha de araruta deve ser comprada , ao planejar fazer o biscoito, pois não é encontrada com facilidade a não ser em mercados regionais. 
Vocês estão conhecendo os mascotes do blog, não é? Então, esta é a receita desta 2ª feira, porque o resto da semana vai ficar complicado fazer novas pesquisas e testes de receitas.
Esta  receita, eu tinha pesquisado há muito tempo no Jornal Estado de Minas, e fiz algumas mudanças na hora de fazer. Apesar de adorar este biscoito , demorei testa´-lo por que sempre me esquecia  de comprar a fécula no mercado central.   Esta é a receita bem pesada:

INGREDIENTES

500 grs. de fécula de araruta ou fécula de mandioca
400 grs. de queijo minas ou canastra - ralado (ralo mais fino)
3 a 4 ovos
1 pitada de sal
300 grs. de manteiga de leite
1 colher de sopa (cheia) de pó royal
Obs: na receita original, diz-se que pode ser feito com polvilho doce ( ainda não fiz)

MODO DE PREPARO

Numa bacia, coloque a araruta. Derreta a manteiga numa vasilha e despeje em cima da farinha. Misture bem  com uma colher de pau. Acrescentar o queijo ralado,  o sal, o pó royal,  misture, e vá acrescentando os ovos um a um, (lembrando de batê-los antes num prato com um garfo).
 Sovar bem até o ponto de enrolar. Unte as mãos para enrolar. A massa fica muito delicada e macia.
Modelar os biscoitos em forma de meia lua, por num tabuleiro (sem untar) e levar ao forno pré aquecido a 250 graus, por 15 a 20 minutos. 
Quando começar corar, estará pronto. Simples assim!
No outro dia, o biscoito feito com araruta,  continua desmanchando na boca, mas é um pouco amanteigado. Já o biscoito de queijo feito com a fécula de mandioca, além de ser muito gostoso, é mais firme, mais seco, não fica amanteigado.


Créditos:
A receita original - com polvilho doce,  foi pesquisada no Jornal Estado de Minas



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...